domingo, 27 de fevereiro de 2011

Febre


Não consigo pensar, não consigo sentir. Apenas sei que não estou bem. Estou em stand-by, estou funcionando em piloto automático. Estou em estado de letargia, estou com febre.

Ouço o som da TV vindo de algum lugar, mas meus ouvidos estão abafados e não consigo ouvir direito, além de que sequer estou prestando atenção ao que dizem.

Há algumas nuvens negras no céu. Não sei se está calor ou se a temperatura está amena. O Sol está morno, seu brilho é fraco, como se eu estivesse dentro de um televisor a cores da década de 1970.

Estou de cama coberto dos pés à cabeça pelo meu cobertor. O corpo cansado e por mais que eu permaneça deitado, não consigo descansar. Não sei como me sinto. Não estou de bom humor, mas também não estou de mau humor. Não estou feliz, mas também não estou triste. Não quero companhia, mas não quero estar sozinho. Não estou com vontade de viver, mas também não estou com vontade de morrer.

Não consigo pensar, não consigo sentir. Apenas sei que não estou bem. Estou em stand by, estou funcionando em piloto automático. Estou em estado de letargia, estou com febre.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mudar para agradar

Esperam a perfeição que não existe, eles admitem que sabem que não existe, mas mesmo assim, exigem perfeição.

Tuzky lançou suas estrelas ao céu. Queria ele extravasar suas esperanças e sonhos que o sufocam deliciosamente? Queria ele enfeitar o teu céu com estrelas, iluminando tua noite escura? Provavelmente, ele queria os dois.

Quanta controvérsia eles esperam de nós. Eles nos pedem para sermos sinceros, mas não têm a maturidade necessária para encarar a verdade, que nem sempre é agradável. Eles dizem que errar é humano, mas estão sempre prontos para jogar as pedras da Sakineh na tua cabeça. Esperam a perfeição que não existe, eles admitem que sabem que não existe, mas mesmo assim, exigem perfeição. Tudo tem que ser medido, pensado e repensado, polido e descartado. Perdemos em espontaneidade.

Amortentia e simpatias não funcionam para nós, os trouxas. No entanto, mesmo que funcionassem, o amor não seria sincero e natural e sim, imposto. Escravos de um feitiço, um amor unilateral. Ame a si mesma, dar o famoso golpe da barriga não fará seu homem casar contigo por amor e sim, por obrigação.

Gostarias de amar unilateralmente alguém, um amigo, namorado ou quem quer que seja? Tens mesmo que deixar de ser a pessoa que tu realmente és para agradar alguém que não te ama o suficiente para te aceitar desse jeito?

Sejas tu mesmo. Não sigas um roteiro escrito por algum babaca que quer ouvir somente o ele quer ouvir. Vale a pena sacrificar teus valores, opiniões, sentimentos e crenças para alguém que não se importa contigo?

Lady Gaga disse que Deus não comete erros, que és linda como Ele te fez, você nasceu assim, paciência. Katy Perry disse que há uma faísca dentro de ti, que talvez o motivo de as portas estarem fechadas é para você poder abrir aquela que te leva ao caminho perfeito, e saberás a hora que deverás deixar a tua luz brilhar. Pitty pediu para te mostrares e ela descobrirá se gosta do teu verdadeiro jeito de ser.

E então, quando o afeto for bilateral, poderás desfrutar do sentimento de ser verdadeiramente querido por alguém. Poderás viver e sentir tudo intensamente ao invés da superficialidade das mentiras e do fingimento. Não sejas um fantoche, não sigas um script, jogue-o no lixo. Viva a sua vida, ela é sua, não dos outros.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Ex-pectativas


Você tem expectativas e sua suposta falta delas nada mais é do que o reflexo daquilo que você desejava e falhou.

Não adianta tentar fingir que você não tem expectativas. Minta para o mundo, mas você consegue mentir para si mesmo mesmo que o exteriorize de forma convincente? Você tem expectativas e sua suposta falta delas nada mais é do que o reflexo daquilo que você desejava e falhou.

Quem vai para a final de uma Olimpíada desejando vencer a medalha de prata e rejeitando a de ouro? Quem sonha em tornar-se uma pessoa cada vez mais gorda? Quem sonha em “sofrer” de acne ou em ser feio? Quem é que não quer sentir-se amado? Todos possuem expectativas, muitas delas reprimidas até por nós mesmos temendo comentários daqueles que amamos e detestamos. Bem, queremos ser mimados e só condena isso quem gostaria de ser e nunca foi.

Expectativas como a de que você soubesse que gosto de sua companhia e gostaria que você ficasse mais um pouco por mim. Venha até mim e diga e demonstre gostar realmente de mim. Expectativa de você reparar que mudei alguma coisa na minha aparência para agradar você – e dessa vez você percebeu por conta própria. Expectativa de não sofrer do Mal de Cláudia.

Expectativa de tornar-se uma pessoa profissionalmente bem-sucedida, reconhecida pelo meu talento. De estar cercado de pessoas que se interessem pela pessoa que você é, não por aquilo que possui. De ter amigos sinceros que tem coragem para dizer a você aquilo que você não vai gostar de ouvir, mas precisa para seu próprio bem. Expectativa de comentários num blog.

Queremos nos destacar em alguma coisa. Se nossa vida amorosa afunda como o Titanic, que nossa vida profissional seja ascendente como o salário dos deputados. Expectativa de ter algo maior e melhor. Expectativa de que nossas expectativas não se tornem ex-pectativas.

E quais são as suas? Quais suas expectativas e ex-pectativas?