domingo, 29 de agosto de 2010

Só um corpo e nada mais


E você procurou amor no desejo e então ele disse que te ama e quer que você vá para o fim da fila.

Quero ser amado. Quero que o mundo admire toda a minha beleza, minhas curvas. Quero ouvir os assovios quando eu passo em frente ao prédio em construção. Quero me tornar um novo desejo, a razão de um acidente de carro.

Para tornar-se um desejo, deve-se calar a boca e malhar. Malhar muito! Deve-se usar roupas curtas e coladas ao corpo para melhor exibí-lo. Deve-se curvar o corpo de uma maneira que valorize os peitos e a bunda. Deve-se saber beber no canudinho de maneira sexy e provocante. Deve-se saber enlouquecer um homem e deixá-lo em chamas.

O desejo atraiu outros objetos de desejo, políticos, jogadores de futebol, dinheiro, sexo imundo, olhares safados, convites para programas de TV de baixo-nível, revistas de sexo.

Mas o desejo não atraiu o respeito, a atenção, a afeição, a amizade sem segundas intenções, a admiração e o tão procurado amor. Um corpo gostoso desperta o desejo sexual dos outros, deixando a sensação de abandono, solidão e vazio.

Se liga, desejo, não seja tolo de esperar por um amor eterno. Você exige demais enquanto tem muito pouco a oferecer além do próprio corpo. Você procura o amor nos lugares errados. Como espera ser amado se você sequer se ama?

Mulher Melancia e seu futuro.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahahahahahahah, adorei.

    è vdd neh, ta cada dia mais dificil achar alguma gostosa, ou gostoso se for o caso, q tenha algo a oferecer pras pessoas, alem de umas gotas de colirio.

    Triste.

    ResponderExcluir
  3. isso aí, a gente tem que gostar da gente mesmo, em primeiro lugar!

    ResponderExcluir