domingo, 3 de janeiro de 2010

Sinta o medo


Eles sabem do seu desejo de mudar e de conseguir algo melhor, mas se você tiver medo, eles o usarão contra você.

Ei, criança. Que rebeldia toda é essa? Quer levar uma surra de chinelo? Quer ficar de castigo? Continue assim e você vai ficar um mês inteirinho sem poder assistir televisão e entrar na internet ou então, eu vou trancar você em um quarto escuro...

Ei, mulher. Com quem você acha que está falando? Sou eu quem banca você, as crianças e as contas desta casa. O que seria de você sem mim? Você não tem onde cair morta! Você não tem como sustentar as crianças. Elas precisam de um pai para colocar comida na mesa e passariam fome sob sua tutela, pois nem emprego você tem. Você é uma covarde, uma fraca. Você cai fácil na minha conversa de que eu vou mudar e de que tudo vai ser diferente. E não ouse me denunciar à polícia ou eu vou dar mais uma surra em você...

Ei, assalariado. Você sabe com quem está falando? Desde quando você tem direitos? Sou eu quem paga o seu salário e continue com essa heresia e eu mandarei você para a rua. Aliás, você tem noção de quantas pessoas vem aqui todos os dias para deixar currículos? Você sabe como está o mercado de trabalho lá fora? O que você tem a oferecer? Que estudos você tem, o ensino médio? E eu consigo gente melhor e com muito mais vontade de trabalhar pagando um salário menor. Trabalhe direito e sem reclamar. E lembre-se: se um dia você sair daqui, o que eu realmente duvido, você vai precisar de referências nossas e teremos o prazer de revelar o profissional medíocre que você é...

Ei, pecador. Acha que consegue escapar das leis de Deus? Acha que consegue esconder Dele todos esses pecados? Você não subirá aos céus no dia do Juízo Final. A morte é inevitável e ele punirá todos os pecadores jogando-os no fogo do inferno. É isso o que você quer, o fogo eterno? Quer sentir a fúria Dele? Junte-se a nós e poderemos salvar a sua alma. Converta-se, reze, seja um fiel de nossa Igreja, desprenda-se dos bens materiais e Ele te perdoará porque Ele é misericordioso...

Ei, revolucionariozinho psedo-socialista. O que você acha que você é? Que poder você acha que tem? Eu tenho advogados poderosos. Eu tenho ensino superior. Eu tenho o poder de alienar o seu povinho com favores, com showmícios e com mentiras. Eles acreditam em mim. Eles podem até desconfiar de mim, mas votam em mim de novo. Tente mostrar a verdade a eles, quem vai acreditar em você? E não se meta a besta comigo ou eu posso perder a paciência. Você não sabe com quem está falando. Continue com essa ousadia que eu vou mandar encher você de bala...

Cale-se. Você deve fazer o que eu digo sem contestar. Você sabe que você precisa de mim. Você sabe que não é nada sem mim. Eu não tenho nada a perder, mas você sim. E você é covarde demais para mudar tentar alguma coisa. Você apenas tem a ousadia de me desafiar, mas nada mais que isso. Eu olho em seus olhos e vejo medo, insegurança. Vejo que você é incapaz demais para levar suas ameaças em frente.

Ou você cala a sua boca e faz as coisas da maneira que eu quiser ou ouse, siga em frente com suas ameaças ridículas. Quero ver se você terá coragem de arcar com as consequências. Quero ver se você tem a coragem de mudar.

6 comentários:

  1. Demais!!! Adorei!!!
    Dispensa comentários...

    Um abração e que 2010 seja muito melhor para todos nós.

    Vivi Righi
    http://fluindolhar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ou seja, antes de se preocupar com o cisco nos olhos do outro, veja a enorme trava nos seus próprios olhos. Ou ainda, não humilhe para não ser humilhado, não calunie para não ser caluniado, não oprima para não ser oprimido.
    Muitas vezes somos tão fracos para tentar alguma mudança em nossas atitudes e/ou modo de pensar que passamos a querer que o outro mude, ao invés de nós. É muito mais fácil, muito mais cômodo.

    Seu texto pode ser explorado de várias maneiras, Peterson. Gostei muito.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo, ótimo, ótimo texto!

    Eu não me recordo agora com exatidão quem afirmou o seguinte: não existe nenhum modo de controle social mais eficaz do que o medo.

    E é assim que a humanidade vai caminhando. Durante séculos naquilo que se chama de "Idade das Trevas" ( ou idade média) o medo de ser castigado por Deus, o medo do diabo, o medo da "autoridade de Deus na Terra" ( e aí era o Papa, era o Rei, era o Cardeal,etc) acabou estagnando a humanidade em anos e anos de atrasos e superstições. Ora, os navegadores europeus tinham medo do Atlântico porque alguém disse que acabava em um abismo e que havia monstros mitológicos nos mares.

    E hoje o medo continua sendo utilizado de forma muito eficaz, eu diria. Vai fazer greve? Olha que eu te demito ou corto seu salário, hein?

    Já o medo legítimo, o da guerra, não é tolerado: pobre soldado que disse "estou com medo, vou desertar". Será tratado como covarde o resto da vida e será "marcado" para sempre. Ao menos não é morto, como acontecia em algumas civilizações e até mesmo recentemente em certos "exércitos", banzai!

    Medo...da história da humanidade.

    abs!

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi esse tipo de coisa. Eu já tive esse tipo de medo. Mas eu desejei ardentemente mudar isso. E consegui. O medo pode ser uma faca de dois gumes. Pode imobilizar, mas pode tambem provocar reações revolucionarias, quando não se tem mais nada a perder!

    bjoo

    amei demais!!

    ResponderExcluir