domingo, 1 de novembro de 2009

Pateticamente superior


Eles precisam provar ao mundo e a si mesmos que são superiores fazendo os outros se sentirem inferiores.

Você conhece pessoas explosivas? Pessoas que criticam a tudo e a todos o tempo todo? Pessoas que sentem prazer em tentar diminuir as outras? Bem, se você não conhece, levante suas mãos para os céus e agradeça: sua vida pode não ser perfeita, mas pelo menos você tem paz!

Vivemos em um mundo sem amor, embora o símbolo do coração esteja estampado em todos os cantos. Devido a essa falta de amor e essa pressão toda de “ame, ame e seja amado”, algumas pessoas sentem-se frustradas quando elas não têm um retorno disso. Elas então tornam-se pessoas amargas que ficam ofendidas com a felicidade alheia.

Pessoas desse nível sentem a necessidade de se sentirem superiores. Sentem a necessidade de chamar a atenção, sentem a necessidade de impressionar. Mas e se elas não são superiores? E se na verdade são nada mais que lixo? Muitos costumam sentirem-se superiores tentando fazer com que os outros se sintam inferiores. Eles podem seguir o exemplo de um Marcelo (ex-BBB 8) da vida, falando “verdades que doem” de maneira extremamente grosseira, sarcástica e arrogante.

Além disso, sentem a necessidade de provarem que são sim, seres perfeitos, magnânimos. Talvez por isso não admitam os próprios defeitos, que têm medos, que têm frustrações como todo e qualquer ser humano normal. E quando eles não obtêm êxito no que queriam, ficam extramente irritados e até mesmo, agressivos, partindo para a agressão verbal e, em casos mais extremos, para a agressão física.

É extremamente desagradável ter que conviver com uma pessoa assim, uma pessoa focada em “sugar” a sua energia. É desagradável ter que lidar com pessoas egoístas que seguem uma filosofia a la “quando eu sofro, todos devem sofrer”. Oh, anões que pensam que são gigantes. Oh, como são patéticos!

O melhor que você pode fazer é virar as costas e ignorar. Lembre-se que você está lidando com uma pessoa “superior” que está sempre certa, ou seja, não adianta rebater as ofensas, é inútil. O que eles querem é ver que estão conseguindo causar raiva ou tristeza, combustíveis que alimentam o seu sádico prazer pessoal. Eles querem é te colocar para baixo. Querem puxar você para o esgoto onde vivem. Ignore-os ou rebaixe-se ao nível deles. Ninguém consegue fazer você sentir-se inferior sem o seu consentimento...

8 comentários:

  1. Hahahahahahaha, sei perfeitamente quem se encaixa nesse perfil. Amei o post, definiu direitinho esse tipinho de pessoa.
    É mais engraçado disso tudo é que pessoas desse tipo nunca saem da vidinha medíocre que levam. Vou dar como exemplo uma pessoa que trabalha comigo: pisa em todo mundo, se acha o (a) dono (a) da razão, mas não sai da mesma vidinha medíocre que leva há tempos. O meu consolo é que, enquanto esse tipinho de pessoa fica cuidando da vida alheia pra achar uma oportunidade pra humilhar os outros, nós, pessoas realmente capazes, nos concentramos na nossa e assim vamos alcançando nossos objetivos. Amanhã, olharemos pra trás e perguntaremos (se é que lembraremos) de tais pessoas e a resposta será: continua lá em tal lugar...porém sem amigos, sem companheiros, sem nada.

    ResponderExcluir
  2. Eu li num lugar que isso pode ser até uma doença ._. Tem tratamento, com analista, psicólogo etc (:

    ResponderExcluir
  3. Repito suas palavras: "Bem, se você não conhece, levante suas mãos para os céus e agradeça."
    Geralmente essas pessoas são as mais medrosas e com o maior número de frustrações e querem que as pessoas sejam infeliz tais quais elas são...É TRISTE!

    ResponderExcluir
  4. esse já foi tema do figura220 também. como dizia minha querida vovó, 'tem gente que acha que vai morrer e não vai feder'. é por aí.

    humildade sempre! a vida te devolve tudo que você dá a ela.

    ResponderExcluir
  5. Que bonito esse texto. Mas entao cara... antes de comentar... bem que eu qria dar livros do GAZ pra todo mundo. Mas ainda nao cheguei nesse nivel. hehehe...

    Enfim, as perguntas q vc fez no inicio do texto: sim, sim, sim e sim.

    Nao gosto de gente assim, justamente por sugar a energia. Mas creio q nem todo mundo eh assim pq quer ser desse jeito q vc descreveu. As vezes eh algo tao natural da pessoa, q acaba sendo ateh... inocente da parte dela.

    E ainda tem aquelas pessoas q se tornam assim e se acham perfeitas, pq outras pessoas a convenceram disso. O ego infla. E depois as pessoas q causaram isso, querem fugir.

    Pessoas assim precisam d tratamento. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Peterson.

    Hoje mesmo, na fila do banco, eu vi uma dessas pessoas explosivas. E fazia questão em demonstrar que era o "fodão" (desculpe o termo) chegando a ofender os que também estavam na fila ( "aqui só tem gente covarde, queria ver se todo mundo se juntasse e reclamasse pra ver se eles não atendiam melhor").

    Em suma,sua revoltinha não deu em nada, apenas provocou risinhos aqui e ali. Fez papel de palhaço.

    Na verdade essas pessoas que procuram demonstra superioridade, perfeição e "força" tem sérios problemas de auto-estima. Precisam se reafirmar como tal e não admitem "fraqueza" ou quem vá contra seus ideais.

    Pessoas assim no papel de liderança em empresas e salas de aula geralmente encontram muitos problemas de relacionamento. E vamos estender também para o relacionamento pessoal.

    O melhor é procurar ignorar mesmo. Querem chamar a atenção e buscam por aprovação. Alimentar o ego dessas pessoas é que não podemos.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Peterson!

    Muito oportuno para mim ler seu post. Se você ler o meu último, entenderá por quê. Convivo com alguém assim dentro da minha própria casa e te digo: pessoas assim tem o dom de acabar com o humor de qualquer santo e de destruir o dia de alguém. Tenho tentado conviver com isso da melhor maneira possível, mas às vezes é muito difícil.

    Abraços, ótimo post!

    ResponderExcluir
  8. muito bom o quanto você consegue produzir sobre a nossa humanidade. Seus textos compilam o que vivemos, sentimos e o que somos.

    Infelizmente tem esse tipo de gente mesmo, que sente necessidade de afirmar-se sobre os demais... lamentável, mas é desse tipo de gente que devemos querer distância e que devemos manter nossas opiniões e não aceitar ser desmerecido.

    http://apenas-daniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir