domingo, 9 de agosto de 2009

Um eterno carnaval de Veneza


Embora tenham uma conotação negativa e seu uso seja condenável, a verdade é que é impossível viver sem elas.


Um dia desses, uma amiga de um amigo meu fez uma visita ao meu perfil no Orkut e eu fui checar quem era. Ela tinha um texto bastante interessante em seu “sobre mim” que começava dizendo:


“Você usa máscaras. Isso não é uma pergunta, é uma afirmação”.


Dizer que uma pessoa usa máscaras é apontar com o dedo sujo, pois todos nós também usamos. E não adianta negar que você não faz uso delas; ou você torna a sua vida um livro aberto, falando exatamente tudo aquilo que pensa e sente, agindo da maneira que você quiser?


A expressão “fulano usa máscaras” tem sempre uma conotação negativa. Falamos isso quando queremos dizer que um sujeito é dissimulado e que esconde a sua verdadeira personalidade para conquistar algo. Em geral, é usado quando queremos dizer que uma pessoa é muito falsa e mal-caráter.


Por outro lado, usar máscaras não torna ninguém condenável, pois as máscaras, infelizmente, são necessárias. Usamos máscaras para controlar a nossa impulsividade e evitar problemas. Usamos máscaras para preservar coisas muito íntimas que dizem respeito somente a nós.


As máscaras servem de escudo não só para nós nos protegermos dos outros, como também para proteger aos outros de nós. Você já imaginou um mundo sem máscaras com pessoas plenamente sinceras? Elas seriam extremamente mal-educadas pois, sem as máscaras, elas não precisariam medir as palavras, não teriam papas na língua. A sinceridade seria uma “qualidade” extremamente cruel e muitas pessoas ficariam realmente tristes e desapontadas umas com as outras.


Imagine-se você vivendo sem máscaras em um mundo também sem máscaras. As pessoas não diriam “me dá licença”: elas diriam “sai da minha frente” ou simplesmente te dariam um empurrão sem pronunciar uma única sílaba. Elas tirariam sarro da maneira como você se veste e de defeitos que veem na sua aparência. Elas não esconderiam o choque e seus preconceitos se você revelasse os seus segredos e desejos mais íntimos. Se vivêssemos em um mundo sem máscaras, as pessoas estariam condenadas a viver na depressão.


Máscaras são necessárias, então, viveremos um eterno carnaval de Veneza. Mas é claro que isso não lhe dá o direito de ser dissimulado e fingir ser uma pessoa que você não é para conquistar os seus objetivos a qualquer custo.

6 comentários:

  1. (adorei essa mascara da foto)

    Mascaras sao mais que necessarias. Um mundo repleto de sinceridade absoluta nao duraria um seculo sequer. As pessoas nao suportam a verdade.

    SOh nao uso a mascara da gripe suina, pq to cagando pra ela. =P

    ResponderExcluir
  2. Nossa.
    Usamos máscaras o tempo todo,tenho que admitir.
    Porque é da natureza humana certas atitudes egoítas,mal educadas...melhor só pensar do que dizer.
    Evita muita coisa! :D


    Sem mais.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Peterson, obrigada por ler meu blog, obrigada mesmo! :D:D:D

    Como eu já disse, eu já lia seu blog, mas nunca comentei ;;

    Sobre o que você escreveu: realmente, o mundo seria um caos ainda maior se as pessoas não usassem as máscaras. Mas como você disse, as máscaras que devem ser usadas são as do respeito, da confiança ... mesmo que você não 'vá com a cara' de determinada pessoa, deve usar a máscara do respeito, da boa convivência; mas não deve usar a máscara da dissimulação e da mentira, porque essas não fazem bem :)

    Um abraço :)

    ResponderExcluir
  4. não sei se é por aí, 'depressão'. eu acho que a sinceridade, a transparência, são coisas que devem ser utilizadas sim, pois são melhores que mentiras.
    máscaras sempre caem, não se sustentam. uma hora ou outra você vai perceber isso e conhecer melhor a outra pessoa, do jeito que ela é.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Peterson.

    Interessante este assunto de máscaras. Dia desses eu conversava com uma colega por aqui e ela falava sobre os óculos escuros exagerados que as pessoas estão utilizando.

    Óculos enormes, que cobrem praticamente o rosto inteiro (exagero, claro), muito escuros, sem dar margem para qualquer contato visual.

    E, como se diz por aí, o olho é o "espelho d'alma". Um olhar pode nos dar várias pistas sobre virtudes e fragilidades de uma pessoa.

    Há o aspecto estético, a questão da saúde dos olhos e tudo o mais; mas não deixa de ter certa razão, ao meu ver, a teoria de minha colega. Tais óculos serviriam também como máscaras para ocultar fragilidades, não demonstrar olhares e, assim, escolher atitudes que os olhos deixariam transparecer.

    abs!

    ResponderExcluir
  6. Máscaras sao escudos? Hj nao temos mascaras nao so para o q temos q guardar, como coisas pessoais, a vaidade q aumenta progressivamente como uma coisa necessária e obrigatória é uma máscara q eu reprovo e nao vejo utilidade.

    ResponderExcluir