domingo, 16 de agosto de 2009

O botão "foda-se"


Ele foi criado para libertar as pessoas das preocupações desnecessárias, mas caiu em mãos erradas...


Era uma vez uma sociedade que se sentia oprimida por uma carga pesada de responsabilidades e condutas. As pessoas viviam extremamente preocupadas com a sua imagem, com o que os outros poderiam pensar ou deixar de pensar caso se desvirtuassem. Os dias se passavam e alguns sentiam a necessidade de se libertarem. Sentiram a necessidade de viver uma vida plena, sem desejos reprimidos. Até que um dia apertaram o botão “foda-se” de suas vidas...


Pessoas ficaram chocadas e os recriminaram por pura inveja. Eles invejaram a falta de vergonha na cara e a ousadia daqueles que apertaram o botão “foda-se” para a sociedade careta. No fundo, queriam estar vivendo a vida dos “sem-vergonha”, mas eram covardes demais e não queriam pagar o preço de serem criticados por terem apertado um botão tão... amoral.


Aqueles que não queriam casar virgens apertaram o “foda-se”. Aqueles que se sentiam desconfortáveis com seu casamento apertaram o “foda-se”. Aquelas que queriam catar geral apertaram o “foda-se”. Aqueles que não queriam passar o resto de suas vidas vivendo uma vida certinha e normal imposta pela sociedade apertaram o “foda-se” e resolveram ser felizes.


Muitas pessoas se libertaram em busca de uma vida mais plena e feliz graças ao “foda-se”. Os índices de medo de rejeição, angústia e preocupação com a própria imagem diminuíram visivelmente quando as pessoas descobriram todo o prazer e liberdade proporcionada por este revolucionário botão.


A sociedade caminhava para um futuro glorioso. Ela sentia-se mais livre, feliz e ia quebrando preconceitos e tabus. Mas no meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho e esta pedra era (e ainda é) constituída pelos “burros”, um povo desprovido de inteligência, senso crítico e moderação.


Os burros ignoraram as precauções do botão “foda-se” e o apertaram a qualquer momento. Os burros eram matutos e ficaram fascinados pelas maravilhas causadas pelo apertar deste botão. Eles o apertaram inúmeras vezes inutilmente tornando-se assim, cada vez mais irresponsáveis e egoístas.


Achavam estudar chato e apertaram o “foda-se”. Não conseguiam estabelecer um diálogo e apertaram o “foda-se”. Engravidaram: “foda-se”. Seus filhos viraram trombadinhas: “foda-se”. Política: “foda-se”. Violência: “foda-se”. Aquecimento global: “foda-se”.


O inventor do “foda-se” morreu de desgosto. Sua invenção deveria ter ajudado a libertar as pessoas e de termos uma sociedade mais justa e harmoniosa, mas ele só viu egoísmo e irresponsabilidade quando sua criação caiu nas mãos dos burros.


Um dia o mundo chegará ao colapso pelo uso excessivo do “foda-se”. Nesse dia, o presidente dos Estados Unidos da América subirá em um palanque e nos dará a notícia fatídica:


"O botão Foda-se do mundo foi acionado e quebrou. Agora, ninguém poderá desfudê-lo até que todos se unam em prol da desfudição."

13 comentários:

  1. Nao gosto da expressão "botão do foda-se". Me soa meio pornográfico. Mas o foda-se em si é a expressão do século. Se encaixa em qualquer situação, seja ela revoltante, intrigante, desleixada, sexual etc etc etc.

    Pois é, eu concordo com o que vc diz no fim. A banalização do foda-se não leva ninguém a lugar nenhum. Pelo contrário, só deixa tudo da mesma maneira que estava, ou até pior.

    ResponderExcluir
  2. Surpreendente. Excelente texto mesmo!
    Fodam-se mesmo todos os fatores externos que nao se contentam em influenciar nosso comportamento e tendem a querer nos determinar. Mas sempre tem que vir alguem e estragar tudo... tranformar um grito de liberdade em uma agonia cao'tica.

    *Desculpa pela falta de acentuacao.. ainda n decifrei o notebook :/

    ResponderExcluir
  3. Mt bom teu texto!
    A banalização do 'foda-se' é algo lamentável mesmo.
    As pessoas acionam o botão pra qualquer coisa. Perderam a capacidade de opinar e agora simplismente deixam tudo de lado.

    Se eu fosse a inventora morreria de desgosto também! rs

    Beijo!

    Mah
    Loucura Exata

    ResponderExcluir
  4. é foda isso, as vezes da vontade de pressionar o botão até travar e outras da vontade de soltar, é a vida, assim mesmo vamos levando

    ResponderExcluir
  5. Cara seu melhor post até agora na minha opinião: simples, direto, irônico e extremamente sagaz e inteligente. Ficou bem foda!!

    ResponderExcluir
  6. Peterson,

    aqui em Salvador há um equivalente ao "foda-se", bem mais sutil: "não posso fazer nada".

    A educação tá uma merda? "não posso fazer nada". A DENGUE está à toda na BA e já atingiu mais de 100 mil pessoas? "não posso fazer nada". Está absolutamente tudo num marasmo, nada diferente e motivador acontece? "não posso fazer nada".

    Não digo para carregar o mundo nas costas, mas indiferença, descompromisso?

    Enfim, parabéns pelo seu texto, muito bom!

    abs

    ResponderExcluir
  7. As pessoas por muitas vezes, deixam de expressar qualquer tipo de reação por se acharem insignificantes.

    ResponderExcluir
  8. realmente, cara, a questão de 'usar com sabedoria' é que muitas vezes falta.

    ResponderExcluir
  9. Piis então rapaz. Primeiro texto teu que leio. Aqui vai o comentário:

    De inicio achei ser mais um foda-se o mundo. É mais que isso. O final foi explendido, lincando perfeitamente o foda-se a incoerência da liberdade ilusória. Admirei a coragem de usar estas palavras "foda-se".

    A expressão final merece palmas.

    "O botão Foda-se do mundo foi acionado e quebrou. Agora, ninguém poderá desfudê-lo até que todos se unam em prol da desfudição."

    Ótimo!

    ResponderExcluir
  10. seu melhor post, Peterson :)

    falou tudo, principalmente sobre esse pessoal que acha que 'apertar o foda-se' significa virar irrresponsável, e 'que se dane o mundo'.

    abraço :)

    ResponderExcluir
  11. Olá, meu amigo.

    Que texto impressionante... Você usou uma expressão "vulgar" para simbolizar algo e nem por isso seu texto seguiu a mesma linha da expressão. Parabéns por isso!
    Sabe, eu penso muito nessas coisas, de como o povo tem sido irresponsável quando tomam certas atitudes ou posições frente a algum assunto sério. O povo brasileiro é fã do botão "Foda-se", usam e abusam sem qualquer noção das consequências. E isso é um dos principais fatores que levam nosso país a estar como está e também que vai corrompendo a sociedade cada vez mais.

    Muito bom seu texto, muito reflexivo.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. apesar de dar um foda-se para o que pensam e fazer o que tenho vontade, mesmo assim ainda há um certo receio de apertar o botão. Não é simples dizer foda-se e deixar que todo mundo diga o que pensa sobre o que vc queria fazer.
    Algumas opiniões são importantes e elas fazem o foda-se mais duro de ser apertado, mesmo que ele seja necessário para a vida prosseguir como desejo.

    Obrigado pelas excelentes contribuções ao meu blog. Geralmente descordamos de fatos, mas suas colocações são um excelente contraponto.

    Abs.

    ResponderExcluir
  13. Otimo texto! Tipicamente filosofia conteporaneo. Usa palavras expressão do nosso dia-a-dia para demostrar os problemas atuais da nossa sociedade. Parabens pelas suas ideias e exelente lógica!!!

    ResponderExcluir