terça-feira, 4 de dezembro de 2007

O tal do orgulho


Pode ter sido uma pessoa importante para você e que você gostava demais, mas depois do dia em que você se deu mal, o seu orgulho lhe deu o direito de ser frio.


Oh, o amor. É interessante o período em que as pessoas estão apaixonadas. O amor que ambos sentem é tão intenso e tão poderoso que nada, nem ninguém, poderão abalar essa relação que durará por toda a eternidade. Porém, esse sentimento é posto em xeque quando a carruagem passa a se transformar em abóbora quando os primeiros desentendimentos passam a acontecer.


É nas horas de conflito que o respeito e a tolerância muitas vezes são deixados de lado para ceder espaço ao orgulho e egoísmo. Quem nunca conheceu um casal que parecia se dar tão bem, que falavam tão bem um do outro e que, em um outro dia, estavam falando mal do ex e expondo todos os seus defeitos?


O problema é quando o casal se separa e, depois de um tempo, eles percebem que ainda se gostam. Porém, aquelas palavras que foram ditas de uma maneira fria e maldosa ecoavam em suas cabeças. Na hora da raiva, as pessoas falam tudo o que estava entalado, mas que não disseram antes por medo de magoar o outro e acabar com a magia da relação, mas já que estavam brigando mesmo, “foda-se o outro! Se está querendo me humilhar, então não vou deixar barato”.


"Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida" Provérbio Chinês.


Então, os dois percebem que ainda se amam, mas aquelas palavras pronunciadas ecoam na cabeça de forma cruel. Você percebe o quão cruel o outro foi ao ter-lhe dito o que disse, fazendo-lhe descrer que há uma chance de perdão ou desculpas. Mas mesmo que houvesse, o seu orgulho foi ferido. Por mais que você sofra e sinta a falta da outra pessoa, mesmo que ela demonstre estar arrependida e que queira desculpar-se, o seu orgulho não aceitará as desculpas. Você irá querer que ela se humilhe por você, que sofra pelo o que lhe disse.


Mas chegará uma hora em que o outro desistirá e é nesse momento que você perceberá que o seu orgulho só lhe fez mal. Não adiantará lamentar pela oportunidade perdida. E quando você encontrá-lo com outra pessoa e lembrar-se de que ainda o ama, ao ver a cena dos dois se beijando, se abraçando, será muito mais difícil para você suporta-la.


As palavras não têm volta, mas é uma estupidez não saber perdoar e muito menos pedir desculpas. Todos saem perdendo: a pessoa que se humilhou, e a outra que, por orgulho, acabou magoando-o ainda mais, e que pode ter jogado no lixo última a chance de voltarem a serem felizes.


O orgulho não se restringe apenas aos casais apaixonados, mas sim aos seus amigos e as pessoas com quem você se relaciona e gosta.


Porém, saiba ponderar. Não fique se humilhando se a outra pessoa continuar a dar-lhe as costas. Nesse caso, não é questão de estar sendo orgulhoso, e sim, de ter o mínimo de amor próprio. E muito menos não seja esnobe e egoísta. O orgulho é uma ignorância. Saiba ouvir, saiba pedir desculpas e saiba perdoar.

4 comentários:

  1. Bom, isso é muito difícil de se comentar por ser uma faca de dois gumes...
    Cada pessoa tem sua opnião pessoal (e tb as opniões dos outros[algumas tem, oras]) sobre o assunto.
    Mas eu acredito que esta é a opnião de um coração que muito quer ajudar mas não pode sozinho; será que por amor, humilhação ou orgulho?
    Toda palavra lançada não volta, as vezes precisamos aprender com os outros coisas novas, uma maneira de enxergar com outros olhos e ver que o mundo não gira em nossa volta (para alguns sim). Com isso vermos que ainda podemos dizer um je suis désolé.
    Nunca é tarde para se arrepender, mas a vida é curta... hoje pode ser o último dia.
    cya!

    ResponderExcluir
  2. Cara, esse assunto é meio complicado. Eu namoro um garoto tem 1 ano e 1 mês. O que a gente já passou não é brincadeira, a admiração que sinto por ele também não. Mas já pensei nisso, sobre términos, por enquanto o que penso...se um dia a gente terminar (espero que nunca aconteça), qualquer impressão ruim vai ficar pra mim. E assim mesmo, posso até reclamar de algo como traição...mas do caráter dele em relação a mim em outros aspectos, acho que isso não deve mudar.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. o amor é muito complicado e o ser humano mais ainda. Desisti de entendê-los e acho mesmo que o unico amor que pode ser considerado e respeitado é o amor fraternal. Porque essas coisas de paixão e blá blá blá só fazem vc perder a cabeça e se tornar o que vc não é pra agradar outra pessoa. Pode parecer um comentário un tanto amargo ou desiludido, mas não vejo de outra forma. As pessoas idealizam na vida inteira um romance perfeito, mas não aceitam os defeitos do outro. O mundo gira em torno disto, as pessoas se levantam todas as manhãs atrás de alguem que valha a pena do outro lado da esquina, se não houvesse isso não haveria explicação pra existir. Porque crescer, se esburrachar no chão, pagar contas, se humilhar, engolir sapos, desiludir-se e recomeçar se não for por amor? O que as pessoas esquecem é de ter amor por si mesmas, por dar uma volta na quadra respirando um ar de liberdade, assistir um filme ou comer uma pizza com os amigos e sair aos sábados. Mas as pessoas não se contentam coom pouco, elas querem romances selvagens e intensos durante tudo o sempre viva viva!

    puxa, teu post me inspirou. Apesar de tudo, é bom amar. e na verdade eu acabei saindo do contexto, que é o orgulho ferido e tal. Viu? as pessoas querem que o mundo gire em torno delas e q td suceda como elas idealizaram em diálogos imaginários antes de dormir.

    Valeu, belo post!!!

    ResponderExcluir
  4. nem me fale nisso, sei como é essa situação pq estou vivenciando uma,porém, acho q antes de nós jogarmos algo na cara do outro q possa feri-lo acho q devemos contar até dez e segurar, ou até sair da discussão,devemos medir nossas palavras e nossos atos, pq ou ferimos, ou somos feridos, e depois mesmo q a pessoa venha pedir desculpas, nas outras discussões sempre iremos lembrar doq foi dito e marcado em nós.....
    sei lá, é muito complicado..
    já tenho situações em q a pessoa veio e pediu desculpas, coversou comigo, mas sei lá.... aínda me irrita, ainda dá raiva.....
    ficou duvidando das coisas...
    :S
    ..não sei nem oq falar, pq isso me abala....

    ResponderExcluir