domingo, 19 de agosto de 2007

O poder das palavras


Elas podem te iludir, elas podem chocar você, elas podem melhorar seu ânimo e coisas assim. Sim, as palavras têm poder!


Desde que o “homem” começou a demonstrar sutis traços de que tinha capacidade mental de se expressar, ele foi deixando de emitir ruídos, berrar e grunhir e passou a expressar-se de maneira mais civilizada, por meio de palavras. Foi uma criação muito importante e prática para a conservação da espécie durante todos esses séculos, já que os homens das cavernas não precisavam mais decifrar mais nenhuma linguagem corporal. Hoje esse poder fica muito limitado aos psicólogos na hora de uma entrevista de emprego.


As palavras foram ganhando poder nesse tempo. Pessoas mais inteligentes e sem-caráter usavam as palavras para iludir, principalmente. Já desde a pré-história até os dias atuais, as palavras têm esse poder quando o assunto é religião. Não sabemos o que será de nós após nossa morte, então, precisamos nos apegar a alguma coisa que nos conforte e que nos diga que a morte não é algo ruim, apesar de inevitável. Assim surgiram as religiões, que usam as palavras para criar teorias sobre a vida após a morte. Usando desse artifício, várias igrejas iludem e fazem “lavagem cerebral” em seus fiéis com o intuito de enriquecer. Os pastores de igrejas evangélicas são especialistas em usar as palavras ao seu favor para enriquecerem com o terror que seus fiéis sentem pela morte e por Deus.


O poder das palavras para iludir, também é famosamente usado na política. Em época de eleição, tudo é perfeitamente possível de se realizar. Eles prometem que nosso salário vai subir, a educação vai melhorar, o sistema de saúde será eficiente, a violência será diminuída e blá, blá, blá... Apenas palavras, apenas promessas e nada mais que isso.


Elas também podem ser usadas pelas pessoas comuns na hora da conquista. Tradicionalmente, os homens são especialistas no quesito “sedução”. Apesar de ainda agir como seus antepassados primatas ao estufar o peito, rir muito e alto, arrumar os cabelos e coisas assim, os homens usam as palavras para seduzir as mulheres (ou outros homens também, se forem gays). O tom de voz ajuda bastante, se ele for suave e sedutor. O conhecimento que ele adquire de filmes pornográficos, pelos amigos e pela mídia, o ajuda a usar as palavras certas para conquistar a pessoa que ele tem interesse. Os homens mais obtusos e que não querem nada sério agem assim (e também usam o físico casam não tenham outro atributo além desse). Os mais sérios preferem falar se suas qualidades e demonstrar suas idéias para causar uma boa impressão.


Alguém pode te animar apenas com palavras se você estiver triste. Geralmente são pessoas da família e amigos que agem assim. São pessoas que você gosta e que gostam de você então, vão procurar palavras para te mostrar que a tristeza é passageira. Vão lhe ajudar a encontrar soluções, e não usarão um tom de voz pesaroso, sem lamentar também, e manterão o otimismo para lhe passar segurança. Piadas podem ser usadas também.


A imagem de uma pessoa pode ser destruída caso ela seja vítima de fofocas e calúnias. Movida pelo ódio, uma pessoa pode inventar uma mentira e ir espalhando para as outras pessoas, e essas para outras, e essas outras para outras e assim sucessivamente. Isso me lembra uma dessas mensagens de auto-ajuda que é mais ou menos assim: uma pessoa contou uma mentira sobre outra e acabou com a dignidade de uma outra pessoa. Esta primeira foi acusada de calúnia e o juiz sentenciou que este escrevesse uma carta, rasgasse e jogasse seus pedaços ao vento. O pedido do juiz foi atendido. No outro dia, novamente reunidos, o juiz pediu ao réu que recolhesse todos os pedaços da carta e este disse que era impossível fazê-lo. O juiz disse que quando uma pessoa usa as palavras para destruir a outra, não há como desfazer o dano, que são palavras jogadas ao vento, assim como aqueles pedaços de papel, e que elas não têm volta.


O mesmo poder destrutivo das palavras é usada em brigas, seja na família ou com futuros ex. Sinceridade é importante, mas sinceridade demais pode magoar as pessoas sem necessidade. Quando ocorrem brigas, as pessoas falam coisas com o objetivo de ofender, aumentar a raiva e o ódio da outra pessoa, feri-la para que ela sinta toda a dor que as palavras podem causar. Muitas verdades são ditas na hora de uma briga e é claro que isso causa um grande impacto no oponente. Depois que as coisas esfriam, o arrependimento vai corroendo a alma do ofensor e o remorso aumenta. É constrangedor pedir desculpas e é muito difícil perdoar. As palavras que foram ditas ficam gravadas e não são esquecidas por quem foi ofendido seriamente. Não há como pedir para esquecer, nem tentar amenizar as coisas. Talvez isso só piore.


Às vezes palavras são somente palavras e não dizem tudo. Gestos e atitudes são mais importantes. Um sorriso pode substituir um “obrigado” ou um “eu gosto de você”. Um aceno de cabeça pode cumprimentar e o movimento das mãos pode dar um tchau. A expressão corporal às vezes fala mais do que as palavras. Não somos mais homens das cavernas então, acabamos esquecendo da linguagem corporal para nos expressar e o subconsciente se encarrega de falar, sem palavras, pelo corpo. Então, pense duas vezes antes de falar, já que as palavras têm o poder e não tem retorno.

10 comentários:

  1. As palavras possuem um poder incomensurável, sempre disse isso e uma vez ditas, não retornam mais, logo, devem serem proferidas com extremo cuidado.

    E não vomitá-las.

    ResponderExcluir
  2. Só sabe bem o poder que as palavras têm, aquele que já analisou todos os efeitos que elas surtem.
    E não são poucos.

    ResponderExcluir
  3. eu diria que só sabem o poder das palvras aqueles que já sofreram o efeito delas.
    seja agredindo alguém, seja sendo agredido por elas.

    belo texto.

    ResponderExcluir
  4. Isso mesmo, as palavras tem vários poderes..sabendo usá-las corretamente é possível conseguir seus efeitos..

    www.diegotavareli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. as palavras tem um poder insuperavel, é só saber usa-las de uma forma correta, e nas horas certas. =D

    ResponderExcluir
  6. Sim.. as palavras tem muito poder.... mas os gestos e as ações, pra mim, valem mais do que qualquer coisa!!! Não adianta falar e nada fazer!!! Assim como, uma ação clara pode minimizar o que as palavras fazem....

    Agir com sabedoria, com as palavras e as ações, é uma arte!

    ResponderExcluir
  7. palavras e palavras
    uma verdadeira arma :)

    ResponderExcluir
  8. Muito bom teu blog cara!
    Continue assim.
    Abraços.

    www.blog.lucasmelob.com

    ResponderExcluir
  9. ops.. esqueci de dizer que................

    Estou participando como finalista do concurso da comunidade do Orkut "Eu Tenho um Blog"... se quiser dar uma passada lá e votar, agradeço!!!! Abraço!
    http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1787687

    ResponderExcluir