domingo, 8 de julho de 2007

A arte de dar presentes


Quando se presenteia uma pessoa, uma coisa geralmente é certa: será uma surpresa. Algumas agradáveis. Outras nem tanto.


Presentear uma pessoa não é uma coisa muito fácil, principalmente quando é um amigo, namorado, parente, ou seja, pessoas mais íntimas e por quem você tem mais estima. Presentear alguém é massagear o ego do outro. É uma demonstração de carinho que melhora a relação de presenteador e presenteado.


Muita gente não sabe escolher o presente quando vai comprá-lo. O preço é um fator que influencia muito na escolha. Se a pessoa não for tão importante para quem está comprando, o presente escolhido é algo mais simples, como roupas, por exemplo. Agora quando há amor ou paixão pelo presenteado, o presenteador opta por presentes mais caros, desde perfumes a automóveis, com o objetivo de impressionar positivamente e economicamente a pessoa amada.


Além do fator dinheiro, outro fator que ajuda na decisão da escolha do presente é se o presenteado irá gostar ou não. Então, o presenteador faz algo que eu realmente admiro, faço e gosto que façam comigo: reparar nos gostos do presenteado. Se o presenteado der valor a esse pensamento, ele irá adorar o presente sem dúvida alguma, pois quem o deu pensou nele, nas atitudes dele, nos gostos dele... Uma grande massagem no ego.


Os últimos presentes que dei tiveram seus significados. Vamos a eles:


I. Garrafa de whisky Passport para o Jardel em seu 18º aniversário (28/07/2006). O presente simboliza que, por ser maior de idade agora, ele poderia beber. Eu também poderia lhe dar algemas, simbolizando que aos 18 ele poderia ser preso.

PS: a garrafa permanece intacta aqui em casa até hoje porque Jardel não veio receber...


II. O livro “Lost” para o Robisson no seu 19º aniversário (07/10/2006), pois eu sabia que ele gostava da série “Lost” e que gostava de ler também. Ele nunca leu o livro...


III. O DVD “Cidade dos Anjos” para um ex-amigo mentalmente perturbado, pois eu sabia que ele amava o filme, o que chega a ser irônico.


Como vocês puderam ver, todos os últimos presentes que dei tinham um significado. E como puderam ver também, meus amigos não tiveram capacidade mental e nem o mínimo de respeito a mim para desfrutarem de seus presentes. Ou ainda de fingir que gostaram.


Mas não são todos os presentes que são dados às pessoas que você estima e muito menos eles são dados de bom grado. O maior exemplo de todos são os presentes de amigo secreto. Muita gente sai frustrada da brincadeira. Elas alegam que deram um presente caro e descente para receberem um presente inútil e feio. Houve um amigo secreto da minha turma em 2000 onde meu amigo Ditter recebeu uma pokébola com um Pokémon dentro (ambos de brinquedo). Meu amigo achou o presente ridículo (assim como a turma toda). E é tradicional ocorrerem avacalhações em amigos secretos, como levar uma caixa gigante e dentro de cada uma haver uma menor, e outra menor, e outra menor... até chegar a um presente mínimo que na maioria das vezes é besta.


Falando em presente besta, eu acho a coisa mais idiota do mundo dar panelas ou utensílios domésticos para as mães no Dia das Mães, Natal, ou no aniversário dela. O filho ou o marido sem noção que compra esse tipo de coisa deveria ser espancado com o presente. Ele deve presentear a mulher e não a casa.


Acontece ainda de o presenteado se auto-presentear. Lembro de uma vez que eu estava em sala de aula e um aluno comentou: “o meu pai me dá presentes que ele sabe que não serve em mim só para ele usar depois”. Bem canalha ele...


Então qual é o segredo para agradar a alguém quando de dá um presente? Eu lhes digo! Repare os gostos e as atitudes da pessoa que receberá o presente. Pense no que ela gosta, em algo que ela irá gostar muito, e compre o presente. De vez em quando o valor do presente nem importa. O que importa mesmo é o significado dele para a pessoa que vai recebê-lo.

7 comentários:

  1. Em minha humilde opiniõ, dar presentes é bem melho do que receber.

    ver a cara de satisfação das pessoas com seu presente é tudo de bom que há no mundo.

    valeu, boy!

    ResponderExcluir
  2. O último presente que eu dei foi pra minha melhor amiga, que queria uma tornozeleira nova, pq a dela quebrou.
    Gosto de dar coisas úteis. Ela pediu, eu dei.
    Pelo menos foi da loja preferida dela, né?
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Acredito que tanto dar, quanto receber presentes é algo muito bom. Quando você dá um presente à alguém e vê um sorriso no rosto dela, isso vale por todo o empenho que tivemos em pensar em algo mais próximo do gosto da pessoa, isso acaba massagiando o nosso ego também, já que sentimos que acertamos no presente e que nosso amigo ficou muito feliz com a demontração de carinho. Quando você recebe um presente que realmente nos agrada, também sentimos nosso ego massageado. Você vê que tem realmente um grande amigo, alguém que te conhece, que sabe do que você gosta e que se empenhou em te agradar, enfim, alguém que te dá valor.
    Com relação a amigos secretos, bom, acho que a opinião de todos é a mesma...

    Bom post, Peterson.

    ResponderExcluir
  4. Lendo esse post me passou um coisa engraçada pela cabeça. Tem gente que não dá presente, dá lembrancinha. Aff...

    Realmente, já vi história de marido dar panela de presente parta a esposa, no dia em que completaram 25 anos de casado. É de chorar!!!!!!

    Muito legal o seu blog. Sucesso!!!

    Qdo puder dá uma espiadinha no meu:
    ----------------------------------
    http://emlinhas.blogspot.com/
    Texto: Tá Estressado?
    -----------------------------------

    Abraços!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. as vezes nem sempre dar um presente vai ser uma surpresa. As vezes você já sabe o que vai ganhar...

    mas no geral é bom ganhar presentes! mesmo qdo ele não tem nada a ver com vc! rs

    ResponderExcluir
  6. ahahaha, presentear alguém é algo muito dificil... até escolher presente pra mim mesma é algo dificil, hehe.

    só discordo veementemente (hehe) de quando você diz que a pessoa compra presente barato pra quem não gosta tanto! Mentira! E quando a gente é pobre e ama mesmo assim? hehe...

    :)

    ResponderExcluir
  7. Realmente, dar um presente é muito difícil.... Costumo sondar a pessoa, parentes etc, para saber o que dar sem errar....
    Ah, mais uma coisa! Já vim ao seu blog algumas vezes e gosto muito de seus textos. O texto "Futuro incerto" me impressionou muito! Por isso indiquei seu blog para o BLOG COM TOMATES.Espero que aceite! Para pegar o selo e ler a justificativa, visite meu blog!

    (www.pollyok2.zip.net)

    ResponderExcluir