terça-feira, 19 de dezembro de 2006

Os sem-Natal

Mais um ano está chegando ao fim e o Natal está aí. É a época de rever os familiares e amigos. É um dia feliz para muitos. Mas um dia triste para outros...

O Natal é uma festa cristã onde é celebrado o nascimento de Jesus Cristo, no dia 25 de dezembro. Mais ou menos um mês antes, as pessoas já começam a preparar a decoração natalina. A indústria e o comércio ficam excitados, visando o dinheiro. Existe também todo aquele espírito natalino de fraternidade e humanidade.

“Por causa do foco na celebração, na festa da família e do encontro dos amigos, as pessoas que não têm nenhum desses ao seu lado ou que recentemente sofreram perdas possuem uma tendência mais forte para ficarem em depressão durante o Natal. Isso aumenta a demanda por serviços de apoio psicológico durante o período.” Wikipédia

Eu sou uma dessas pessoas. Eu sou um sem-Natal. Não há Natal em família aqui em casa. Cada um vai para o seu canto. Eu já estou acostumado desde a minha infância a passar o Natal e o Ano Novo sozinho. Para falar a verdade, acho que nunca tive um Natal nem Ano Novo em família. Minha família não é dessas famílias de televisão, ou até mesmo algumas que existem na vida real. Famílias brigam, sim, mas a minha não se suporta, não se ama.

Depois da família, o que pode ser mais importante para uma pessoa? Resposta: os amigos. Eu amo meus amigos, mas não sei por quê. Acho que sinto a necessidade de ter amigos e procuro tratar todo mundo como tal, mesmo que não ajam como meus amigos do jeito que eu gostaria que me tratassem. Eu sei que agora eles tem responsabilidades. O Robisson trabalha e depois do trabalho vai ficar com a Fram e o Jardel começa a trabalhar pouco depois de eu sair do trabalho. Não nos reunimos todos os quatro há dias. Motivo: desunião.

O Robisson e a Fram podiam se desgrudar um pouco e aceitar os meus incansáveis convites para nos vermos em um domingo e fazer alguma coisa. O Jardel nunca avisa os dias que ele pega folga. Eu procuro manter o contato, mas nunca há um telefone, nunca há um scrap. Eu tenho me sentindo muito sozinho. Eu preciso conversar, rir, brincar com alguém, mas não com qualquer um. Tem que ser um outro amigo, que eu considere amigo, e que esteja sempre disposto a me ouvir quando eu preciso.

Sem amigos reais por perto, tenho os que estão no meu MSN. Mas isso é tão vazio... Eu entro no MSN e o que acontece? Um monte de janelinhas se abrindo e dizendo: “Oi, como você está?” Não, não é assim. Sou sempre eu que tenho que ir atrás das pessoas. Sou sempre eu que puxo um assunto. Eu odeio ficar no vácuo. Falar com alguém e ela nem aí. Demora séculos para responder... e se responder...

Eu já estou cansando de mendigar a atenção, o carinho, a amizade e o afeto de alguém. É vazio. Eu queria tanto ter uma família que eu pudesse chamar de família, que eu não tivesse vergonha, mas sim, orgulho de dizer que “essa é minha mãe, esse é meu pai, esse é meu irmão, essa é minha irmã...” E em relação aos amigos, eu gostaria que fôssemos todos unidos, inseparáveis. Que cada um demonstrasse que gosta do outro, sem medos. Muita gente diz que eu sou tão legal, tão gente boa... Mas eu estou sozinho. Ou melhor... eu sou sozinho.

E eu acho que esse ano não vai ser diferente, infelizmente. Vou passar o meu vigésimo Natal e meu vigésimo Ano Novo em casa, em frente à televisão ou em frente ao meu PC, sem família, sem amigos, mas do jeito de sempre... sozinho...

4 comentários:

  1. Oie! gostei mto do seu post! só naum li o final pq eu axo q ficaria mto triste (tentar encontrar os amigos e ter uma resposta naum mto boa).
    eu me identifiquei com os sem natal! as vezes pq aki em casa a gente naum comemora essas datas! minha familia tbem naum é = da tv, mas daria até um filme!
    axo q é triste qdo chega essa época... começamos a adotar o natal capitalista (natal=presente) e esquecemos do sentimento (na verdade o sentimento do natal deveria "reinar" o ano inteiro!)
    bom, é isso! gostei do seu jeito d escrever! d vez em quando vou dar um pulinho aki!

    ResponderExcluir
  2. nao xora amore... minha familia eh mais ou menos assim,,.. adiferença é que ta sempre reunida, feliz, mais por trás na verdade ninguem gostaria de estar ali, ninguem se gosta, só é faxada mesmo.. =(

    ResponderExcluir
  3. Isso é chato mesmo, né? No caso dos seus amigos, pode ser só um desencontro!! Quem sabe tudo se resolve com aquele papo nervoso aberto?
    É muito ruim perder os amigos por má-comunicação! :(

    ResponderExcluir
  4. Oioi...ai tadinho hehehehe
    Qnto a sua família te dgo q eh normal,Meu Natal:Parentes,crianças,loça suja,durmo no sofá,sem presentes(argh!)e á meia-noite tdo mundo soh pensa em comer hehehe
    Argh!Tá vendo a familia reunida...E seus amigos os verdadeiros naum se afastam nunca!!
    BjoO

    ResponderExcluir