sábado, 26 de agosto de 2006

Quarenta e quatro horas


Um chamado, uma notícia boa e outra ruim. Um informativo sobre o novo contrato de 44 horas de trabalho semanais no mês em que completei 1 ano de Imperatriz.

A manhã do dia 31 de julho transcorria de maneira normal. Eu ainda estava sem os meus óculos trabalhando no corredor do pesado até uma pessoa de preto me chamar: “Ô Peterson!” Na hora eu não havia reconhecido a pessoa, e ela havia sumido. Como eu já havia terminado de abastecer os produtos da plataforma, levei-a de volta ao depósito e a pessoa de preto me chamou de novo: era o Laudeli, que ia em direção à cozinha.

Haviam três pessoas à mesa: Laudeli (gerente), Roseli (chefe de loja) e a Laurete (serviços gerais). O Laudeli disse que tinha duas notícias para me dar: “uma boa e uma ruim. Qual que ter primeiro?” Eu optei pela notícia ruim, para ser amenizada pela notícia boa. Eu não tinha muita idéia do que fosse a notícia ruim. Na verdade, não tive nem tempo pra pensar muito em qual poderia ser. Já a notícia boa, poderia ser uma promoção.

A notícia ruim era a de que o Lourival (empacotador) pegaria férias antecipadamente para fazer uma cirurgia e de que eu passaria a fazer entregas durante esse tempo. Já a notícia boa não foi uma promoção, mas quase. O meu contrato de trabalho foi ampliado de 36 para 44 horas semanais, o que significa mais grana (cerca de R$ 540,00). Para finalizar, o Laudeli e a Roseli falaram bem do meu trabalho e eu fiquei feliz.

O meu novo horário passa a ser:

Primeiro turno:
Entrada: 06:35
Saída: 12:00 (aproximadamente)

Almoço:
Período de 1h10

Segundo turno:
Entrada: 13:10
Saída: 15:35 (segundas) e 15:00 (terças à sábados)

E assim foi...
Posted by Picasa

Nenhum comentário:

Postar um comentário