sábado, 1 de julho de 2006

Copa do Mundo 2006 - Oitavas-de-Final


Acabou a brincadeira: ou as seleções que estavam jogando mal e se classificaram jogam bem, ou podem voltar para a casa mais cedo. O Brasil foi exceção à essa regra.

Oitavas-de-final

Alemanha 2-0 Suécia

A Alemanha jogou muito bem e deu um show de bola na Suécia, que não lembrava a Suécia dos jogos anteriores. Jogo foi apitado por Carlos Eugênio Simon (ladrão).

Argentina 2-1 México

O jogo acabou 1-1 no tempo normal com gols de Rafa Márquez (MEX) e um outro contra que foi dado como gol de um argentino que eu não me lembro o nome. Na prorrogação, a Argentina fez 1-0 (o que deixou o anta do Galvão Bueno todo perdido, já que o placar da Globo anulou os gols e a Argentina vencia de 1-0. Já o placar da FIFA, confiável, marcava 2-1. Parece que o retardado nunca viu uma prorrogação na vida, aquele mané!) e venceu para a frustração de muita gente...

Inglaterra 1-0 Equador

Não prestei atenção no jogo, mas a Globo disse que foi uma partida muita difícil para a Inglaterra, então deve ter sido. A gente tem que confiar na Globo já que ela monopoliza a transmissão da Copa e monopólio é CRIME! Mas como aqui é o Brasil, os crimes não são crimes. O gol foi de bola parada, numa cobrança de falta de David Beckham.

Portugal 1-0 Holanda

Um jogo violento e uma passividade do árbitro russo Valentin Ivanov. Parecia kung fu. No final, Portugal venceu e repetiu o seu feito de chegar nas Quartas-de-final.

Itália 1-0 Austrália

Infelizmente não acompanhei o jogo porque eu trabalhei e tive curso durante o jogo. O jogo foi todo 0-0. Quando o cronômetro marcou 95’, o juiz Luis Medina Cantalejo (pessoa para matar!) inventou um pênalti a favor da Itália. O gol foi convertido e a Austrália foi eliminada graças a esse roubo descarado. Só pode ser coisa dessa Itália corrupta. Aí tem...

Suíça 0-0 Ucrânia

A minha Suíça entrou para a história. É a única seleção em uma Copa do Mundo que é eliminada sem tomar gols. Os jogadores suíços e ucranianos se arrastavam em campo. Nos pênaltis a Suíça perdeu todos (Streller, Barnetta e Cabanas perderam), Shevchenko perdeu o primeiro da Ucrânia e Milevsky, Rebrov e Gusev converteram. Nos pênaltis, Suíça 0-3 Ucrânia.

Brasil 3-0 Gana

O Brasil venceu Gana por 3-0, mas ainda não correspondeu às expectativas de dar espetáculo. Destaque para Ronaldo que agora é o maior artilheiro história das Copas do Mundo com 16 gols.

Espanha 1-3 França

Para variar, a Espanha foi eliminada em suas sempre frustrantes campanhas em Copas. Começou vencendo com um gols de pênalti. A partida foi 1-0 até lá pelos 80’ de jogo, até que a França endoida e faz 3-1. Nas quartas-de-final, Brasil v. França reviverão a final da Copa de 1998. Será o fim do Brasil? Eu acho que não, mas seria legal uma eliminação brasileira.
Posted by Picasa

Nenhum comentário:

Postar um comentário