quarta-feira, 15 de março de 2006

A Festa do Milho

Malacos, pegação frustrada, o boicote de Amanda Abdala, show, pés pisoteados, seguradores de vela, treinadores de Pokémon e apelos sexuais. Um guia imparcial sobre como foi a Festa do Milho Verde (que na verdade é amarelo), em Santo Amaro da Imperatriz, SC.

O Robisson tinha combinado no domingo, 04 de março de 2006, de nós (Robisson, eu, Jardel e Ditter) irmos para a XIV Festa do Milho Verde em Santo Amaro da Imperatriz, SC. O perigo da festa estava relacionado ao Ditter, que se nos levasse de carro, ele beberia demais e dirigiria bêbado, ou seja, morte na certa. Mas o Ditter não pôde ir porque foi fazer uma cirurgia no dedo do pé (unha encravada).

Então, no sábado, eu saí de casa às 13 horas, passei na casa do Robisson, deixei a minha roupa para ir pra festa lá, e fui trabalhar. Assim que deram 20 horas (hora que eu saio do trabalho no sábado), me mandei e passei na casa do Robisson. O Jardel demorou cerca de uma hora porque ainda estava trabalhando (o Jardel trabalhando? Como isso é possível?)

O ônibus demorou uns 20 minutos para aparecer. Eu tive que sentar longe do Robisson e do Jardel porque não tinha um banco para três. Fiquei isolado e isso foi dose porque depois começaram a vir típicos malacos e ficaram sentados uns encima dos outros e fazendo umas “coisas”. O pior é que eles estavam do meu lado e eu tive que ficar a viagem toda levando cutucões porque eles ficavam se esfregando.

Eu fiquei na janela, e durante a viagem eu via uma Palhoça pobre, escura e suja. Agora eu até posso entender porque Radek Piskorski odeia a Palhoça. É muita pobreza! Adiantando... Chegando pela primeira vez em Santo Amaro da Imperatriz (eu nunca tinha ido para lá – pelo menos que eu lembre), pude notar que é só uma infinita avenida e nada mais. Passamos na frente da casa da Amanda Abdala (amiga do Robisson que não foi devido a uma gripe).

Então chegamos lá e não vimos tanta gente conhecida. Tinha a Profª Ana Jufre, Poliana (outra amiga do Robisson), o Tobata (estudou comigo ano passado e é famoso por não sair da Toca) e... só. Isso é, conhecidos meus porque tinha alguém que o Robisson e o Jardel conheciam (primos).

Fizeram uma aposta pra ver quem pegava lá, mas só o Robisson e o primo dele (acho que é o Romário) conseguiram beijar umas gurias. O Jardel teve um caso com uma, mas ninguém ficou pra ver.

A gente ficou um tempo lá no show do John Bala Jones (o Jardel pulando no meu pé, sujando o meu novo tênis Olympikus Olimpo, preto e ouro, tamanho 41). É estranho. Pra mim foi estranho. Eu sou estranho.

Mais pro final ficamos eu, Robisson, Patrícia (prima do Robisson) e a irmão dela. O Robisson tentando dar uns “pegas” na prima dele e nós dois segurando vela, acreditando inocentemente que os “Vocês não vão caçar?” era só pra levantar a nossa moral, mas na verdade eles queriam se ver livres da gente.

Chegou a hora de ir embora. Acabaram-se os ônibus. Não havia comido nada porque tudo lá era absurdamente caro (mais caro que os preços do Comper, e olha que isso já é muita coisa!). Ficamos andando pela infinita avenida e nada de ônibus. Então a gente entendeu melhor o que o cobrador do ônibus que levou a gente disse: “Ônibus só a partir das seis da manhã”. Quatro horas da manhã e a gente andando como se fossemos treinadores de Pokémon: rumo ao nada.

Nenhum f.d.p. nos deu carona, mesmo quando nós começamos a apelar (mostrar os peitos e as pernas peludas). Haviam umas gostosas que caminharam “junto” (isso é, passavam pela gente o tempo todo) que tinham que ficar ouvindo cantadas e recebiam convites de carona em um carro quentinho. Estava fria essa noite. O Robisson estava morrendo porque ele não tinha fôlego, estava doente e havia bebido um capeta gelado. Ao contrário dele, Peterson e Jardel esbanjavam energia. Tanta energia que eu até cantei Calypso (com sotaque e tudo)! Ok, ok, Apocalypso é tosco, por isso, eu consigo aturar as músicas deles.

Chegou, pirou, meteu pressão
Balançou, balançou
Swing de tremer o chão Isso é Calypso!*
Dançar curtindo a multidão
Balançou, balançou
Cantando amor e paixão...
Vem na levada do Estado do Pará
Vem nesse ritmo comigo
Solte o seu corpo e deixe o sonho te levar
Você não vai querer parar!

Mas eu tive que parar ou eu apanharia. Ah, sobre o (*) é que as pessoas se perguntam em desespero ao ouvirem a música: “Pelo amor de Deus, o que vem a ser isso?”. Daí ela responde: “Isso é Calypso!”, ou “Essa coisa é Calypso”, em um português mais claro.

Continuando, andamos por duas horas até o Alto Aririú e descansamos em um bar que estava fechado (exceto eu que continuava enérgico). Até que em um momento de silêncio total, o Jardel deu um berro: “O ônibus! O ônibus”.

Pegamos o ônibus e ficamos de pé por um tempo. Eu comentei com o Robisson: “Chegou o Messias”. Saltamos ali perto da Berlanda (uma loja de móveis e eletros bem tosca, se querem a minha opinião) e fomos para a casa do Robisson com o dia amanhecendo. Já eram seis da manhã.

Eu disse que eu queria ficar acordado e dormir só pela noite e ver a estréia da Fórmula 1 no GP de Bahrein, mas eu fui obrigado a dormir por Robisson e Jardel. Fiquei desprovido de travesseiro.

Cerca de oito horas da manhã, eu acordo ouvindo o barulho de alguém expelindo o próprio suco gástrico. Se você não entendeu o que eu quis dizer eu vou ser mais direto, seu mané, vomitando. Era o Robisson, óbvio. Depois voltei a dormir e só acordei quando o Jardel foi me acordar. Eu estava morto de sono.

E assim foi...

4 comentários:

  1. IAUheIUAHEiUHAEIUHAEiHAEiuHEA
    q historias bem doida!!!!
    hUAEhIAHuehIHauehiHAueh
    e eu mais ainda de ta comentando aqui
    iUAehiUAHeiUHAeiuhAEIh
    brincadera
    FLW aew

    ResponderExcluir
  2. Amanda Abdala18/3/06 4:43 PM

    Petersom , li sua incrível história, e não pude deixar de comentar...

    AHUhauh...pow ri muito, " o boicote de Amanda Abdala.."

    :p
    Lokura iss0...levas geito pra ser escritor hein..:p

    ResponderExcluir
  3. Q fexta em Peterson soh nox pra faze isso mesmo eh coisa de loco.

    Max em breve vamus faze mais merdas pra ti bota no teu blog, e quem sabe eu fico dessa vex sem bota meu suco gastrico pra fora!!

    ResponderExcluir
  4. uhaauahuahuahuahuahuauhau
    Q comédia ,inesquecível esse dia heinnnnnnnnnnnnnnnnnnn
    huahuahuahauahuahuahuahha
    Mto bom!

    ResponderExcluir